Dezenas de aplicativos Android Open Sources

apps

 

Praticamente todos os usuários de Android conhecem o Google Play, a loja oficial de aplicativos do Google com a qual podemos obter centenas de milhares de aplicativos para todos os tipos de funções. E encontrar, é claro,  aplicativos gratuitos e pagos, sendo que o primeiro é descarregado normalmente dada a sua funcionalidade, que quase sempre se encaixa no que buscamos.
Muitos usuários afirmam que as chamadas aplicações de código aberto ou open source, tem funcionalidades semelhantes às pagas e são, em praticamente 100% dos casos, gratuitas. Isto, naturalmente, não significa que eles são melhores ou piores, mas qualquer pessoa pode acessar o código do aplicativo e melhorá-lo para o resto da comunidade. E ai surgiu o Fossdroid, onde você poderá ter acesso a dezenas de aplicativo android de código aberto, onde vocês poderão fazer o download e alterar para seu usufruto e da comunidade, dependendo da licença.
A loja basicamente dividido em categorias para facilitar a busca para o que precisamos: aplicativos de escritório, sistema de controle, multimídia, internet, jogos, navegação, ciência e educação, leitura, papéis de parede, telefone e SMS, o desenvolvimento, a segurança, as crianças e outros. Como você vê, é realmente grande e ainda tem sua própria categoria desenvolvido especialmente para os mais jovens, onde eles podem aprender a usar uma plataforma conhecida educação.
Enquanto a maioria dos aplicativos não são muito conhecidos pela maioria dos usuários, com certeza muitos já ouviram falar de alguns deles: Firefox, Telegrama, Wikipedia, o jogo 2048
Se você estiver interessado nessa alternativa loja para aplicativos do Google Play, você pode ver e baixar quantos você quiser no site da Fossdroid aqui.

Publicado em Android, Desenvolvimento

Utilizando outra porta, outro IP e permitindo que usuário da rede acessem sua aplicação local

Olá leitores, voltamos aqui com mais uma dica rápida que pode economizar algum tempo. Estou brincando com uma aplicação em Webview para Android que para fins de teste está consumindo api de uma aplicação local. O problema que na máquina virtual do Android o localhost é o próprio device, sendo que o IP da máquina hospedeira é o 10.0.2.2. Procurei alguma saída para o empasse como ambientes distintos como development/staging/production, mas não encontrei.

Depois do terceiro dia tendo que desenvolver local com um IP e quando enviar o aplicativo para o emulador ter que alterar esse IP, fui atrás de uma solução, como eu poderia fazer com que em meu ambiente DEV o IP 10.0.2.2 respondesse como localhost? bom ainda não consegui, mas acabei achando uma informação bacana.

Uma já comum, quando você quer rodar duas aplicações Rails na mesma máquina? fácil, só alterar a porta:

$ rails s -p 3001

E caso você queira que alterar o endereço padrão da aplicação Rails? tão fácil como usando a opção –bind ou -b:

$ rails s -b 10.0.0.1

E caso você queria disponibilizar sua aplicação para os usuários de sua rede local? a dica é use a porta 80 que por padrão é aberta para fora (você pode também abrir outra porta em seu iptables, mas assim é mais fácil)

$ rails s -p 80

caso você não tenha permissão e esteja utilizando o RVM faça assim:

$ rvmsudo rails s -p 80

 

Qualquer dúvida ou sugestão, comente. Grande abraço.

 

 

Publicado em Android, Desenvolvimento, Linux, Ruby

Crie incríveis protótipos de Aplicativos sem nenhum código

Para: iPhone e Android

Marvel é uma daquelas ideias/apps que se destacam das outras por sua simplicidade. É quando você encontra esse tipo de produto você pensa: “Como não soube disso antes?”.

Screenshot MarvelApp

Marvel é uma excelente aplicação gratuita que permite-nos a traduzir o rascunho de sua idéia em um protótipo em nosso funcional em seu smartphone. Todo mundo, em algum momento, teve a idéia de fazer um aplicativo, o que acaba acontecendo é deixar ele apenas na ideia, ou escrever um texto descrevendo ele, ou em casos um pouco mais raros desenhar um esboço no papel. O problema que isso chama atenção e acaba sendo deixado de lado, então porque não deixar seu protótipo vivo? MarvelApp faz isso pra você.

Sim, Marvel nos permite fotografar os esboços/rascunhos de nosso aplicativo, e unir todos esses esboços no que seria o protótipo mais básico de nossa App com animações e transições. E se tiver algo mais bem acabado feito, por exemplo no Photoshop, melhor ainda. Olhe para este conjuntos de demonstrações da Marvel, com Screenshots, para nos dar uma idéia de como ele funciona.

Em síntese? Um excelente aplicativo que poderia nos ajudar a, por que não, criar o próximo aplicativo de milhões de verdinhas.

Publicado em Android, Desenvolvimento, Design

Docker – dial unix /var/run/docker.sock: permission denied

Comecei a brincar com Docker e a medida que vou encontrando erros e solucionando vou ṕstando no blog para ajudar outras pessoas. Depois de Instalar, surge o primeiro problema ao tentar rodar o Docker,

> docker run -d -p 80:80 -e SECRET_KEY_BASE=secretkey .

que resultou em:

2015/01/28 09:25:23 Post http:///var/run/docker.sock/v1.12/containers/create: dial unix /var/run/docker.sock: permission denied

Ao rodar
> docker -d

Recebo
2015/01/28 09:26:22 The Docker daemon needs to be run as root
Confirmo o problema de permissão do Docker, para solucionar basta executar o seguinte comando

> sudo usermod -a -G docker

e reiniciar a maquina!

sudo usermod -a -G docker

Publicado em Docker, Linux

Postgres: Deletando todas as tabelas de sua base de dados sem precisar da drop

Muitas vezes queremos fazer o backup->restore de uma base de dados ai acabava tendo de apagar a base de dados re-criar ela e depois fazer o restore.
Olha i o caminha mais fácil para essa tarefa:

drop schema public cascade;
create schema public;

Assim você poderá restaurar sua base de dados sem precisar excluir e re-criar ela de novo.

Publicado em Desenvolvimento, Dicas

Dica rápida: Fechando todas as conexões do Postgres

Para o PostgreSQL 9.1 ou inferior:

SELECT pg_terminate_backend(pg_stat_activity.procpid)
FROM pg_stat_activity
WHERE pg_stat_activity.datname = 'NOME_DO_BANCO'
  AND procpid <> pg_backend_pid();

PostgreSQL 9.2 ou superior:

SELECT pg_terminate_backend(pg_stat_activity.pid)
FROM pg_stat_activity
WHERE pg_stat_activity.datname = 'NOME_DO_BANCO'
  AND pid <> pg_backend_pid();
Publicado em Desenvolvimento, Dicas, Linux

Configuração inicial do Git

git config --global color.ui true
git config --global user.name "Luiz Carvalho"
git config --global user.email "maximusmano@gmail.com"
ssh-keygen -t rsa -C "maximusmano@gmail.com"
cat .ssh/id_rsa.pub 
Publicado em Linux

Rails: pacotes necessários para ubuntu

Aqui vai uma lista rápida de pacotes para fácil configuração de seu ambiênte Rails

 

sudo apt-get install git-core curl zlib1g-dev build-essential libssl-dev libreadline-dev libyaml-dev libsqlite3-dev sqlite3 libxml2-dev libxslt1-dev libcurl4-openssl-dev python-software-properties libgdbm-dev libncurses5-dev automake libtool bison libffi-dev postgresql-common postgresql-9.3 libpq-dev  

 

 

Publicado em Ruby

Recuperando Grub

sudo add-apt-repository ppa:yannubuntu/boot-repair
sudo apt-get update
sudo apt-get install -y boot-repair
boot-repair

Caso ocorra problemas com falta de pacotes utilize

 

sudo add-apt-repository ppa:fossfreedom/packagefixes
sudo apt-get update
sudo apt-get install banish404
sudo banish404
Publicado em Linux

Apresentação FLISPOL – Palmas – Ruby on Rails

Ruby-on-rails-servicos-flisol-palmas

 

 

 

 

 

 

 

Download da apresentação aqui

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Publicado em Sem categoria